sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Comunicado aos japoneses e descendentes residentes em Pacaembú, Adamantina e Osvaldo Cruz

O Consulado Geral do Japão realizará o serviço de atendimento itinerante em Pacaembú, Adamantina e Osvaldo Cruz.
Consulado Geral do Japão em São Paulo
※Atendimento gratuito e bilíngue (japonês/português).
A finalidade do atendimento é a atualização do Registro Civil Japonês (Koseki Tohon) como comunicação de casamento, óbito, etc.
Data Local Horário
22/08
(qua)
Associação Cultural Recreativa Esportiva Nipo Brasileira de Pacaembú
R. Amador Rodrigues, 567 - Centro
15h às 17h30
23/08
(qui)
Associação Cultural e Esportiva de Adamantina
Av. Cunha Bueno, 832 - Centro
9h às 17h
24/08
(sex)
Associação Cultural Nipo-Brasileira de Osvaldo Cruz
R. Fernando Costa, 41 - Centro
8h30 às 11h30

Para mais informações, favor entrar em contato com o Consulado Geral do Japão em São Paulo no Setor de Registros.
Tel.: 11 3254-0100 | e-mail: cgjcertidao2@sp.mofa.go.jp

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Carteiras de motorista no Japão começarão a exibir validade em calendário gregoriano

De acordo com a Agência Nacional de Polícia, as mudanças refletem um crescente número de estrangeiros que têm carteiras de motorista japonesa

Amostras de carteiras de habilitação japonesas, com a do lado direito mostrando a validade em calendário gregoriano

As carteiras de motorista do Japão começarão a exibir a data de validade no calendário gregoriano – ocidental – ao invés do japonês, mostrou na quinta-feira (2) um esboço dos regulamentos da lei de tráfego revisadas.

O esboço revelado pela ANP- Agência Nacional de Polícia também mudará as regras para fotos de identificação em relação a motoristas usando vestimentas da doutrina islâmica.

As mudanças refletem um crescente número de estrangeiros que têm carteiras de motorista japonesa, de acordo com a agência.

No entanto, outros dados, incluindo a data de nascimento do motorista, continuarão sendo exibidos no estilo de era japonesa.

A ANP visa implementar as mudanças no próximo mês após ouvir opiniões públicas.

É provável que as carteiras de motorista exibindo a data de validade em calendário gregoriano comecem a ser emitidas a partir de março do ano que vem ou posteriormente.

Atualmente, motoristas têm permissão para usar fotos em que eles aparecem usando chapéus ou perucas se considerado apropriado por oficiais da polícia, enquanto basicamente eles são solicitados a retirá-los para fotos de identificação.

As mudanças planejadas permitirão aos motoristas usarem chapéus ou roupas por razões médicas ou religiosas desde que seus rostos se mantenham descobertos.

O número de estrangeiros com carteira de motorista japonesa aumentou de 737.000 em 2012 para 868.000 no ano passado, de acordo com a ANP.
Fonte: Portal Mie com Mainichi

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Consulado de Hamamatsu abre inscrições para concurso de desenho sobre 110 anos de vínculos entre Brasil e Japão

Uma comissão irá selecionar os melhores trabalhos e seus autores serão premiados
110 anos de vínculos entre Brasil e Japão

O Consulado do Brasil em Hamamatsu (Shizuoka) informou que estão abertas as inscrições até o dia 1º de outubro para o concurso de desenho que tem como tema “O Ipê e a Cerejeira: há 110 anos o Brasil e o Japão florescem juntos”. A inscrição é gratuita.

O concurso faz parte das celebrações dos 110 anos de vínculos humanos entre Brasil e Japão. Uma comissão de seleção escolherá os melhores trabalhos, cujos autores receberão prêmios. A comissão levará em conta técnica, expressividade, originalidade e fidelidade ao tema.

As inscrições devem ser feitas pelo e-mail cg.hamamatsu@itamaraty.gov.br, tendo no espaço reservado para assunto a frase “Concurso de Desenho 110 anos”.

Os trabalhos a serem enviados ao endereço do Consulado deverão ter título, nome completo e idade do autor, nome do responsável (parente ou professor), endereço de residência em Shizuoka, e-mail do artista ou seu responsável, telefone de contato e número do passaporte do artista ou responsável.

A competição divide em três as categorias de participantes: de 6 a 7 anos de idade, de 8 a 10 anos de idade, e de 11 a 13 anos de idade, os quais devem ser residentes na província de Shizuoka.

Mais informações podem ser encontradas no edital publicado na página do Consulado. Veja aqui
Fonte: Alternativa

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Japão pretende aumentar visto de estagiários para 10 anos a partir de abril de 2019

Intenção do governo é combater a falta de mão de obra em cinco áreas
Estagiários estrangeiros no Japão

O governo deve introduzir um novo visto de residente que permitiria aos estagiários estrangeiros trabalhar por até 10 anos no Japão, com o objetivo de combater a falta de mão de obra em cinco áreas, incluindo construção, agricultura e cuidados a idosos, informou o jornal Mainichi nesta quarta-feira (30).

Atualmente, os estagiários podem ficar no Japão por até cinco anos. Os estrangeiros que completarem o programa de estágio ou aqueles que adquirirem um certo nível de habilidade em uma determinada área seriam elegíveis para o novo visto de residência de cinco anos.

O governo pretende introduzir o sistema em abril de 2019 e apresentar uma proposta de revisão da Lei de Controle de Imigração e Reconhecimento de Refugiados, possivelmente durante a sessão extraordinária do Parlamento, no outono.

O plano para introduzir esse visto vem depois que o primeiro-ministro Shinzo Abe instruiu o governo a considerar medidas concretas para expandir a aceitação dos trabalhadores extrangeiros durante uma reunião do conselho na política econômica e fiscal, em fevereiro.

O programa de treinamento técnico de estagiários foi originalmente concebido como uma contribuição para a comunidade internacional, recebendo trabalhadores de nações em desenvolvimento e ensinando-lhes habilidades tecnológicas japonesas.

Atualmente, o sistema existe em 77 campos diferentes, como construção, fabricação de têxteis, agricultura e cuidados a idosos. Organizações nos países envolvidos procuram estagiários e os enviam para o Japão, onde as associações de fiscalização apresentam os locais de trabalho.

O novo visto não estaria disponível apenas para aqueles que concluíram o programa de estágio, mas também para quem passar nos exames de avaliação de habilidades técnicas dados pelos ministérios dos governos envolvidos, com domínio suficiente do idioma japonês para o cotidiano. Além das classificações existentes, o novo status também deve ser aplicado a setores como a construção naval e o turismo.

Os dependentes não poderiam morar com o portador do visto no Japão. No entanto, se a pessoa adquirir uma certificação, como a de um profissional de saúde, por exemplo, durante sua permanência no Japão, ela poderia ter seu status alterado de acordo com a profissão. Isso permitiria que os membros da família viessem ao Japão, além de permitir que o residente permanecesse no Japão por um período mais longo.

De acordo com o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, até o final de outubro de 2017, dos cerca de 1,27 milhão de trabalhadores estrangeiros no Japão, cerca de 20%, ou 258 mil, eram estagiários técnicos estrangeiros.

Se os estrangeiros puderem trabalhar no Japão sob o novo visto residencial, o governo estima que o número de trabalhadores deve  crescer em dezenas de milhares por ano, porque eles poderiam esperar uma remuneração melhor do que os estagiários técnicos.

No entanto, o próprio programa de estágio tornou-se problemático com escândalos como a retenção de pagamentos. Por causa disso, uma legislação que entrou em vigor em novembro de 2017 estabelece punições por infração aos direitos humanos dos estagiários e reforça o monitoramento de seus empregadores.

Para evitar que os mesmos problemas surjam com o novo visto de trabalho, o governo está considerando capacitar o Departamento de Imigração do Ministério da Justiça para supervisionar os empregadores que contratariam trabalhadores estrangeiros sob o novo visto.
Fonte: Alternativa

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Japão abre inscrições de bolsas de estudo para brasileiros com ajuda mensal de ¥143 mil

Contemplados terão as passagens de ida e volta custeadas pelo governo
Bolsas MEXT

O Ministério da Educação do Japão (MEXT, em inglês) abriu inscrições para alunos brasileiros interessados em receber bolsa de estudos no Japão.

Os contemplados terão as passagens de ida e volta custeadas pelo governo e uma ajuda mensal a partir de ¥143 mil (com alguns acréscimos para estudantes de mestrado e doutorado).

As bolsas são focadas na realização de pesquisa em universidades japonesas, com possibilidade de fazer mestrado ou doutorado, mediante aprovação do projeto de pesquisa apresentado.

Os alunos interessados devem se inscrever até o dia 29 de maio para participar do processo seletivo. Os candidatos deverão fazer uma prova inscrita de inglês e japonês no dia 12 de junho e a avaliação irá considerar a nota mais alta do aluno. Há ainda uma entrevista marcada para o dia 29 de junho.

A segunda fase do processo seletivo, para os aprovados na entrevista, envolve envio de documentos e contato direto com a universidade japonesa que deseja estudar. Os aprovados poderão partir em abril de 2019 para dois anos de estudo ou em outubro de 2019 para um ano e meio de estudos no Japão.

As bolsas do MEXT oferecem curso de japonês nos primeiros seis meses no país, apenas para os alunos que possuam baixo conhecimento do idioma.

Os alunos interessados também devem cumprir alguns requisitos básicos para participar da seleção, como ter idade inferior a 34 anos e não ter nacionalidade japonesa.

Os interessados também devem ter nível superior completo ou formação prevista até junho de 2019. Para quem não domina o idioma japonês, é necessário ter conhecimento avançando da língua inglesa.

Veja mais informações sobre os requisitos e o processo seletivo na página da Embaixada do Japão no Brasil: br.emb-japan.go.jp/itpr_pt/pesquisa.html.
Fonte: Alternativa

quinta-feira, 29 de março de 2018

Visto para quarta geração (yonsei) será liberado a partir de 1º de julho

Visto para quarta geração (yonsei)
Pelos comentários públicos (Opinião Pública) realizados no novo sistema que dá aos trabalhadores japoneses um status de residência que pode ser trabalhado no Japão, 70 dos 130 pareceres coletados no 30º dia do Japão foram divulgados no site da opinião pública. Foi. Não houve alterações em termos como restrição de idade, nascimento familiar, impossibilidade de entrar no país, capacidade de linguagem diária no momento da renovação, etc.

Esse sistema foi adiado para 1º de julho de 2018.
 O início de opinião publica foi realizadas por cerca de um mês a partir de 23 de janeiro, e com base nestas opiniões  que deveria anunciar e implementar a portaria ministerial até o final de março de 2018.


O propósito do sistema é aceitar pessoas da 4ª geração (yonsei) que satisfaçam alguns requisitos, aprofundar sua compreensão e interesse no Japão através de atividades para absorver a cultura japonesa, etc. e desenvolver habilidades que se tornarão uma ponte para fortalecer os laços entre o Japão e a sociedade nipo-americana.

Então, embora houvesse uma tentativa de mudar a questão da restrição de idade, a necessidade de saber o idioma japonês, e a possibilidade de levar a  família, as condições para ter este visto foram  mantidas. Além disso o visto será concedido não com a condição de apenas trabalhar, entrar no Japão com a finalidade apenas de emprego não é permitido.
Emprego no Japão


Na opinião de que aqueles que não têm problemas, tais como a satisfação de certos requisitos, serão capazes de ficar depois do  período de permanência, isso será decidido no futuro, então os imigrantes que entraram no sistema com outro status de residência, se satisfazer ao requisito exigido, poderá solicitar a alteração para o novo status de residência. 

Além disso, a opinião de 58º "Há poucos presentes de partidários do Nikkei-IV", dependendo da opinião, "O começo da concessão do visto 1 de julho", Preparação para os fiadores dos solicitantes até a data de 1 de julho será respondido.

Apoiar as atividades dos descendentes de japonês de quarta geração no Japão "Os garantidores da Quarta Geração" podem ser organizações pessoais ou sem fins lucrativos, parentes, convites de outras famílias, empresas e assim por diante. Empresas de pessoal temporário serão impossíveis por causa de voluntários. Os garantidores também tem que informar e  cuidar para que os novos beneficiários (yonsei) respeitem as regras do novo sistema adequadamente.
Fonte: Nikkey Shimbun

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Prazo para regularizar ou transferir título de eleitor termina em 9 de maio

Brasileiros no Japão que desejam votar para presidente da República devem fazer a regularização nos consulados
Brasileiros no Japão

Os brasileiros que residem no Japão e que pretendem votar na eleição para presidente do Brasil têm até o dia 9 de maio para transferir o domicílio eleitoral. A informação foi publicada no site do Tribunal Superior eleitoral (TSE). O pleito será no dia 7 de outubro, como primeiro turno, e dia 28 de outubro, havendo a necessidade do segundo turno.

No site do Consulado do Brasil em Nagoia (Aichi) consta que a transferência de título só será possível se forem satisfeitas estas exigências: ter transcorrido pelo menos um ano do alistamento ou da última transferência requerida; residir há, no mínimo, três meses no novo domicílio.

Segundo o site do Consulado de Nagoia, a única forma de o eleitor inscrito no Brasil regularizar seu título de eleitor no exterior é através da transferência de domicílio eleitoral, que é a alteração do endereço do eleitor do Brasil para o Japão.

Pode solicitar a transferência a pessoa que mudou do Brasil ou do exterior para o Japão, mas continua com seu título registrado em seção eleitoral do Brasil ou do exterior.

O pedido de transferência deve ser feito no consulado responsável pela jurisdição onde mora, em Nagoia, Hamamatsu (Shizuoka) ou Tóquio.

O eleitor que tem três ausências consecutivas não justificadas e não quitou as multas perante a justiça eleitoral terá seu título cancelado e, após seis anos, será excluído do cadastro eleitoral, lembrando que cada turno é considerado uma eleição.

Os brasileiros que residem no exterior votam apenas para presidente, enquanto que no Brasil a eleição será também para governador, senador, deputado federal, estadual ou distrital.

Mais informações nos links abaixo:
- Consulado de Nagoia
- Consulado de Hamamatsu
- Consulado de Tóquio
Fonte: Alternativa

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Serviço Consular Itinerante em Londrina-PR

O Consulado Geral do Japão em Curitiba realizará o serviço consular em Londrina-PR
Serviço Consular Itinerante em Londrina

Data: 17/02/2018 (sábado)
Horário: de 9:00 a 12:00 ~ de 13:30 a 17:00
Local: Aliança Cultural Brasil - Japão do Paraná
Rua Paranaguá, 1782 – Londrina/PR
Tel.: (43) 3324-6418

Principais serviços:
- Solicitação de emissão de passaporte japonês (e retirada dos solicitados até o dia 07/02/2018)
- Solicitação de certidão consular (e retirada das solicitadas até o dia 07/02/2018)
- Atualização do Registro Civil japonês (Koseki Tohon)
- Orientações relacionadas a assuntos consulares
- Cadastramento de eleitor japonês

Informações:
Consulado Geral do Japão em Curitiba
Setor consular
Tel.: 41 3322-4919
E-mail: setorconsular@c1.mofa.go.jp

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Comunicado aos japoneses e descendentes residentes em Jaboticabal, Taquaritinga e Monte Alto

O Consulado Geral do Japão realizará o serviço de atendimento itinerante em Jaboticabal, Taquaritinga e Monte Alto.

※Atendimento gratuito e bilíngue (japonês/português).

A finalidade do atendimento é a atualização do Registro Civil Japonês (Koseki Tohon) como comunicação de casamento, óbito, etc.

Data Local Horário
31/01
(qua)
Associação Nipo Brasileira de Jaboticabal
Via de Acesso Nisoji Fuzisaki, s/nº
9h às 17h
01/02
(qui)
Associação Japonesa de Taquaritinga (Kaikan)
Rua Miguel Pagliuso, s/nº - Jd Contenda
9h às 17h
02/02
(sex)
Associação Nipo-Brasileira de Monte Alto de Recreação e Esporte
Rodovia SP 323, Km 13 - Monte Alto à Taquaritinga
9h às 13h

Para mais informações, favor entrar em contato com o Consulado Geral do Japão em São Paulo no Setor de Registros.
Tel.: 11 3254-0100
e-mail: cgjcertidao2@sp.mofa.go.jp

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Feriados de dezembro de 2017 e janeiro de 2018 do Consulado do Japão em São Paulo

Feriados do Consulado do Japão

Consulado Geral do Japão em São Paulo informa que não haverá expediente nas seguintes datas:

25/12/2017 (segunda-feira): Natal

01/01/2018 (segunda-feira): Ano Novo
02/01/2018 (terça-feira): Feriado de Começo de Ano
25/01/2018 (quinta-feira): Aniversário da cidade de São Paulo